Home Templo de Estudos Maçônicos MAÇONARIA: O AVENTAL DE APRENDIZ
MAÇONARIA: O AVENTAL DE APRENDIZ Imprimir E-mail
Escrito por Jeronimo Borges   
Ter, 25 de Setembro de 2012 17:00

As informações contidas nesta Peça de Arquitetura, referentes ao Avental do Aprendiz Maçom, permitiram a continuidade do aprimoramento deste Aprendiz Maçom quanto ao desbaste da Pedra Bruta.

O Avental, símbolo do trabalho construtor, em seus primórdios tinha como finalidade preservar as vestimentas dos operários, e também servia como uma proteção ao indivíduo que o usava, e apresentava formas variadas, conforme a função exercida pelo artífice naquela época. De certa forma, devido à escassez de matéria-prima barata, este era produzido com material abundante, como por exemplo, a pele de carneiro ou de ovelha, que por sua natureza prevaleciam na cor branca, e por possuir finalidade para o trabalho, não era costume levar atributos decorativos, pois deveriam ser simples e barato.

Com a transição da Maçonaria Operativa para a Maçonaria Especulativa, houve uma mudança em sua razão de uso, inicialmente visto como um adereço sobreposto à roupa, para protegê-la no trabalho diário, transformou-se em uma grandiosidade símbolica, sendo assim, deve-se mantê-lo limpo para representar a pureza de caráter, cujo aquele que o usa deve ter.

Ao ser iniciado, o Aprendiz Maçom recebe um Avental, sob palavras expressas que referenciam sua importância no âmbito Maçônico, tratando-se de honrosa insígnia daquele que é Maçom, sendo o Avental um símbolo do trabalho em constante evolução na construção de sólidos alicerces na representação de uma sociedade harmoniosa. Esta ideia, é confirmada no trecho a seguir: “recebei este Avental, é a mais honrosa insígnia do Maçom, pois é o emblema do trabalho a nos indicar que deveremos ser sempre ativos e laboriosos. Deveis usá-lo e honrá-lo, porque jamais ele vos desonrará. Sem ele não podereis comparecer às nossas Sessões”. (GRANDE LOJA DE SANTA CATARINA, 2008, p. 112).

Tal indumentária Maçônica não tem seu propósito atribuído única e exclusivamente ao uso em Loja, pois todo Maçom deve carregar o atributo do Avental mesmo após externar-se à loja, levando a prática do labor ao seu cotidiano. Desta forma, irá honrá-lo e aplicar seu propósito, a participação, enquanto indivíduo, da construção de uma sociedade justa e perfeita, que dignifica o indivíduo enquanto ser vivente.

O Aprendiz Maçom faz uso, em loja, de um Avental totalmente branco, sem adornos, no formato retangular, com 35cm de altura e 40cm de largura, circundando a cintura por intermédio de uma fita branca, com sua aba triangular sempre voltada para cima, lembrando um  pentagrama, “que tem como significado o domínio da razão sobre os sentidos, do espírito sobre a matéria”. (LIMA; CONCEIÇÃO, 2012, p. 55). A brancura, por sua vez, representa a pureza e a inocência; sua aba levantada representa a necessidade de maior esforço e proteção no desbaste da pedra bruta enquanto indivíduo em plena evolução. Destaca-se que o seu uso é obrigatório em Loja, e sua retirada só deve ser feita após o encerramento da sessão. Ainda sobre o significado da aba levantada, vale mencionar sua explicação esotérica projetada na antiguidade, onde, o centro das emoções humanas se dava no epigástrio e, pelo fato de que o Aprendiz ainda não domina suas emoções com primazia, faz-se necessário cobrir esta região a fim de se proteger para que tais emoções não atrapalhem os trabalhos em loja.

Para o Maçom, o Avental tem como significado ativo, a representatividade do trabalho desprendido para o aperfeiçoamento dos indivíduos e da sociedade, fazendo-o refletir sobre as Virtudes da Honra, Sabedoria e Trabalho que requerem predominar sobre todas as coisas.

Dando destaque ao Avental do Aprendiz Maçom, ele nos faz pensar sobre a oportunidade que nos foi dada em aprimorar enquanto construtores de uma sociedade dotada de qualidades morais e com base nos princípios Maçônicos, temos a obrigação de aprender e por em prática tudo aquilo que nos foi e será ensinado. Que o Grande Arquiteto do Universo nos ilumine com sua vasta sabedoria, e nos permita que nossos Aventais representem sempre, a pureza de um bom caráter, a necessidade do constante trabalho glorioso na construção de nossos templos e o sentimento de satisfação que nos permeia ao vesti-lo.

 

Por Hélio Leite

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 
Livro Banquete Maçônico
Banner
Visitantes Online
Nós temos 40 visitantes online
Twitter

Nos siga no Twitter

Idiomas / Language
English French German Spain Italian
Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Publicidade
Banner
Banner
Banner
Banner