Home Categorias TEMPLO DE ESTUDOS MAÇÔNICOS AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL
AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL Imprimir E-mail
Escrito por Hélio Leite   
Sex, 08 de Janeiro de 2010 17:53

AS DOZE TRIBOS DE ISRAEL

Helio P. Leite

08.01.2010

Introdução:

Tribos de Israel. O arranjo tribal em Israel baseava-se na descendência dos 12 filhos de Jacó. Estes “doze chefes de família produziram “as doze tribos de Israel”. No entanto, Jacó abençoou os dois filhos de José, Manassés, o mais velho, e Efraim, o mais novo, e disse: “Efraim e Manassés tornar-se-ão meus, iguais a seus próprios filhos, Rubem e Simeão.”

Quando as várias tribos receberam sua herança de terras na Terra da Prometida, não havia uma “tribo” de José. Em vez disso, “os filhos de José”, Manassés e Efraim, foram contados como tribos distintas em Israel. Conforme arranjado por Jeová/Deus, porém, isto não aumentou para 13 o número de tribos de Israel que receberam uma herança, pois os levitas não receberam uma herança de terra. Jeová escolhera “a tribo de Levi” no lugar dos primogênitos das outras tribos para ministrar no santuário. Conseqüentemente, havia 12 tribos não-levitas em Israel.

Quando Moisés abençoou as tribos, Simeão não foi mencionado por nome, talvez porque a tribo estava muito reduzida em tamanho e seu quinhão de terra seria incluído no território de Judá. Na visão de Ezequiel sobre a contribuição sagrada e as 12 tribos, as tribos alistadas são as mesmas que receberam uma herança de terras conforme indicado no livro de Josué. A tribo de Levi estava localizada dentro da “contribuição sagrada”, na visão de Ezequiel.

As 12 tribos são:

Manasse: Do hebraico, significando "faz esquecer". Na Torá, Menasse, ou Manasse, foi o filho mais velho de Yossef. Seu irmão era Efraim. Manassés formou também a casa de José. No seu apogeu, seu território se espalhava ao longo do rio Jordão, formando duas metades, uma em cada lado do rio. A metade ocidental da tribo ocupou as terras imediatamente a norte de Efraim, no centro-oeste de Canaã, entre o rio Jordão e a costa do Mar Mediterrâneo, fazendo limite ao norte com a tribo de Issacar, a noroeste com o Monte Carmelo; a metade oriental da tribo constituía a parte mais ao norte da tribo, a leste do rio Jordão, ocupando as terras ao norte da Tribo de Gade, estendendo-se desde Maanaim ao sul até o Monte Hermom, ao norte, e incluindo todo o do planalto de Basã. Esses territórios eram abundantes em água, uma preciosidade em Canaã, e por isso, constituía uma das mais valiosas partes do país; apesar disso, a posição geográfica de Manassés impossibilitava-a de defender duas importantes passagens nas montanhas - Esdraelom, localizada a oeste do rio Jordão e Hauran, a leste.

Benjamim: Do hebraico, significando "filho de minha mão direita", com a conotação de força. Recebeu o nome do filho mais novo de Jacó e Raquel. As pessoas desta tribo eram chamados benjamitas. Na altura da divisão de Canaã, ficou com o território entre Efraim a Norte e Judá a Sul. Embora fosse um território pequeno e montanhoso, era fértil e incluía cidades importantes como Jerusalém, Jericó, Betel, Gibeon e Mispá entre outras.

Um benjamita importante foi Eúd, o segundo juiz referenciado no Livro de Juízes. Saul, o primeiro rei de Israel oficialmente reconhecido como tal, era benjamita, filho de Quis. A partir daí, a linhagem real passou a ser da Tribo de Judá.

Quase que a tribo foi aniquilada pelas restantes tribos por ter protegido os habitantes de Gibea. A história encontra-se no Livro de Juízes nos capítulos 19, 20 e 21.

Quando se deu a divisão do reino, Benjamim permaneceu fiel à casa de David e, portanto, formou um reino com a Tribo de Judá, ao passo que as restantes dez tribos (também chamadas de Tribos do Norte) formavam um outro reino Israel. Juntamente com Israel, os benjamitas foram dos que mais engrossaram o número dos que regressaram.

Dan: Dan foi um dos doze filhos de Jacó com sua concubina Bila, e o nome de uma das tribos de Israel. Dan é derivado do hebraico, significa "ele julgou". Dizem que seu símbolo era uma serpente, o que a diferencia das outras tribos de Israel. Visto que este animal é considerado um símbolo do mal na tipologia bíblica, é aparentemente estranho que esteja como estandarte em uma tribo hebraica. Diz antigo adágio popular: A pior cunha é aquela que sai da mesma madeira. Evidentemente a expressão "da mesma madeira" indica uma boa madeira, utilizada para boa construção, e dela é que sai a "pior cunha".

Aser ou Asher: Do inglês antigo, significando "abençoado, afortunado ou feliz". Asher, o filho de Zilpah, foi um dos doze filhos de Yaacov e líder de uma das tribos resultado de sua união com Léia. Aser também é o ancestral de uma das 12 tribos de Israel, de mesmo nome. O personagem de Aser não possui grande destaque no livro de Gênesis, exceto por ter tomado parte na conspiração junto a seus irmãos que levou José a ser vendido como escravo para uma caravana em direção ao Egito, e também ter estado junto com seus irmãos no momento da reconciliação. Em I Crônicas 7:30-40 é traçada a descendência de Aser e seus filhos Imna, Isvá, Isvi, Berias e Sera.

Neftail ou Nephtali: Do hebraico, significando "lutar". Na Torá, Naftali foi o sexto filho de Yaacov, o segundo com sua esposa Bilhah. Na Cabala, o nome Naftali é lido como duas palavras: nofet li, "doçura é para mim". A mitsvá em Purim, de atingir o nível da "cabeça desconhecida" ao beber vinho, etc., é expresso, nas palavras dos sábios como: A pessoa em Purim é obrigada a tornar-se doce, até que seja incapaz de diferenciar entre 'maldito seja Haman' e 'abençoado seja Mordechai'. Naftali ocupava o lado oriental da Galiléia (logo ao lado ocidental do Mar da Galiléia), nas áreas hoje conhecidas como baixa Galiléia, e alta Galiléia, e fazia fronteira a oeste com a Tribo de Aser, ao norte a Tribo de Dã, no sul Zebulão e o rio Jordão no leste. Sua cidade principal era Hazor.

Judá ou Judah: Judah está entre os nomes bíblicos mais usados no Talmud. O nome aparece pela primeira vez no Livro de Bereshit, onde Judah é o quarto filho de Jacob. É derivado do hebraico, e significa "louvor". Segundo teólogos e alguns historiadores, por volta do século XV a.C. ocorreu o êxodo dos hebreus do Egito para a terra de Canaã. A narração do livro do Êxodo descreve esta época, e posiciona a tribo de Judá como a mais numerosa de todas as tribos de Israel (desconsiderando-se a tribo de José, tradicionalmente dividida entre as meia-tribos de Efraim e Manassés).

Efraim: Um dos filhos de Yossef na narrativa bíblica. Nome hebraico significando "frutífero". Juntamente com a Tribo de Manassés, formou a Casa de José. Em seu auge, o território ocupado pela tribo estava no centro de Canaã, a oeste da atual Jordânia, a sul do território de Manassés, e a norte da tribo de Benjamim; a região que foi chamada posteriormente de Samária (para distingui-la da Judéia e da Galiléia) consistia em sua maior parte do território da Tribo de Efraim. A área era montanhosa, o que lhe dava proteção, porém também era extremamente fértil, o que lhe trouxe prosperidade, e continha os centros mais antigos da religião Israelita – Shechem e Shiloh. Estes fatores contribuíram para fazer de Efraim a mais dominante das tribos do Reino de Israel, e levou o nome Efraim a se tornar um sinônimo de todo o reino.

Havia uma evidente diferença linguística entre a Tribo de Efraim e os outros israelitas, já que quando os israelitas de Gileade, sob a liderança de Jefté, lutaram contra a Tribo de Efraim, a pronúncia da palavra shibboleth. Como sibboleth era considerada uma prova suficiente para identificar indivíduos pertencentes à tribo, para que fossem condenados instantaneamente à morte.

Gad: Do hebraico e árabe, significando "feliz, afortunado" ou "um soldado, um guerreiro". O sétimo filho que Jacó teve de Zilpa, a serva de Leia e irmão de Aser. Em algumas versões, as palavras: "Vem uma turba e chamou o seu nome Gade" deveriam ser traduzidas por: "Com sorte ("afortunado") e chamou o seu nome Gade", ou "Vem a sorte e chamou o seu nome Gade." A tribo de Gade, durante a marcha pelo deserto, situava-se, juntamente com Simeão e Ruben, a sul do tabernáculo. As tribos de Rúben e Gade, no seguimento da sua história, prosseguiram a actividade dos patriarcas.

Simeão: Do hebraico, significando "ouvir" ou :ser ouvido". Na Torá, Simeon foi o segundo filho de Yaacov e Leah. Alguns historiadores, dizem que o problema da tribo de Simeão tem inicio com a querela (queixa a cerca de direitos, questão, pendência) que Simeão, e Levi se envolvem no que diz respeito à injúria feita a sua irmã Diná e por isso, no livro de Deuteronômio, cap. 33, vs 6 a 29, Moisés abençoou todas as 11 tribos militarizadas, mais a tribo de Levi, que era do sacerdócio, e não fez alusão a tribo de Simeão

Ruben ou Reuven: Do hebraico, significando "veja — um filho!" Na Torá, Reuven foi o primeiro filho de Yaacov e Leah. Sua mãe era a esposa menos favorecida de Jacó, Léia, que chamou o menino de Rubem porque, segundo ela mesma disse, “Jeová tem olhado para a minha miséria, sendo que agora meu esposo começará a amar-me”. Em resultado do contínuo favor que Jeová mostrou a sua mãe, Rubem e seus cinco irmãos germanos (Simeão, Levi, Judá, Issacar e Zebulão) constituíram metade dos cabeças tribais originais de Israel; os outros seis (José, Benjamim, Dã, Naftali, Gade e Aser) eram meios-irmãos de Rubem.

Zabulonou ou Zebulom: Do hebraico, significando "exaltar, honrar", ou "uma casa elevada". Na Torá, Zebulun era o sexto filho de Yaacov e Leah. Nada é conhecido, em particular, a respeito de Zebulom, exceto que Serede, Elom e Jaleel foram seus filhos e chefes de três famílias tribais. A Tribo de Zebulom desempenhou um importante papel na história antiga de Israel. No censo das tribos no Deserto do Sinai durante o segundo ano do êxodo, a tribo de Zebulom contava com 57.400 homens capazes de pegar em armas. Este exército, sob o comando de Eliabe, filho de Helom, acamparam com os de Judá e de Issacar a leste do Tabernáculo e com eles formaram a linha de frente da marcha. Dentre os espiões enviados por Moisés para avistarem a terra de Canaã, Gadiel, filho de Sodi representou Zebulom.

Issacar: Na Torá, Issachar foi o filho de Yaacov e Leah. Foi o líder de uma das doze tribos de Israel. Derivado do hebraico, significa "há uma recompensa". O nono filho de Jacó e o quinto de Leia: Gen 30:17-18 "E ouviu Deus a Leia, e concebeu, e deu à luz um quinto filho. Então disse Leia: Deus me tem dado o meu galardão, pois tenho dado minha serva ao meu marido. E chamou-lhe Issacar." Ele nasceu em Padã-Arã, e nada é registrado da vida dele. Na época da migração para o Egito, enquanto José ainda estava regendo o Egito, são relacionados quatro filhos de Issacr; estes filhos fundaram as quatro principais famílias da tribo. O número de homens de guerra, quando o censo foi levantado no Sinai, era de 54.400, e pela ordem era a quinto tribo, no segundo censo o número tinha aumentado para 64.300 o que a colocou em terceiro. No tempo de Davi foram contados 87.000. Issacar estava no lado oriental do Tabernáculo, com os seus irmãos Judá e Zebulom

PS.: A 13ª Sacerdotal que não tinha direito a terra, que eram os Levitas, responsáveis pelos serviços do Tabernáculo e depois do Templo, mas não eram contados como Tribo, por isso se diz que "NÃO ERAM 13 TRIBOS"!!!!

Aos que crêem nas Escrituras, é inegável que Levi tenha sido uma tribo como as outras, separada porém por Deus para exercer o sacerdócio. Entretanto, a situação da tribo no momento em que o Pentateuco teria sido escrito, bem como sua posição na sociedade judaica após o exílio na Babilônia geram discussão entre estudiosos.

Alguns acreditam que Levi tenha sido uma das tribos que teria fugido do Egito, e ao chegar a Canaã teriam se aliado a outras tribos hebraicas autóctones, e, após a organização destas tribos e sua fusão em uma só nação, os levitas teriam sido designados ao sacerdócio.

Última atualização em Sáb, 09 de Janeiro de 2010 09:11
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

 
Livro Banquete Maçônico
Banner
Visitantes Online
Nós temos 28 visitantes online
Visitas
mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
 
Usuários Online
Nós temos 29 visitantes online
Twitter

Nos siga no Twitter

Idiomas / Language
English French German Spain Italian
Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Publicidade
Banner
Banner
Banner
Banner